Transfigurações do espaço (ou quando o passado não passa)

Activity: Talk or presentationInvited talk

Description

Em 1986, João Botelho realiza a sua segunda longa metragem, Um Adeus Português, premiada em Berlim. Um filme sobre as perdas da guerra colonial e o país que fica depois. No ano seguinte, José Álvaro Morais, assina O Bobo, obra que recentemente o realizador Miguel Gomes definiu como o “clímax do elemento anti-naturalista do cinema”, um filme sobre os trajetos idealistas pós-revolução, a fundação portuguesa, um depósito de frustrações e comicidades. O que faremos nesta comunicação é perceber como nestas duas obras da segunda metade da década de oitenta, Botelho e Álvaro Morais, usando estrategias bastante diferentes, trabalham ambos uma certa transfiguração do espaço como forma de pensar uma malaise advinda de um passado que teima em não passar, um espaço em que a ficção, a literatura, o próprio cinema, ajudam a penetrar.
Period28 Oct 2020
Event titleIII Encontro Internacional da História Oral Audiovisual do Cinema Português
Event typeConference
LocationLisbonShow on map