Álcool, drogas e violência de género: pensar o excesso

Press/Media

Description

Use as ferramentas de partilha que encontra na página de artigo.
Todos os conteúdos do PÚBLICO são protegidos por Direitos de Autor ao abrigo da legislação portuguesa, conforme os Termos e Condições.Os assinantes do jornal PÚBLICO têm direito a oferecer até 6 artigos exclusivos por mês a amigos ou familiares, usando a opção “Oferecer artigo” no topo da página. Apoie o jornalismo de qualidade do PÚBLICO.

https://www.publico.pt/2019/05/28/impar/opiniao/pensar-excesso-1874033

Intervenções como a do Ponto Lilás na Queima do Porto ou como a que ocorrerá no próximo Primavera Sound, não são meras operações de fachada em conluio com promotores perversos, negligentes e cegamente focados no lucro.

Period28 May 2019

Media contributions

1

Media contributions

  • TitleUse as ferramentas de partilha que encontra na página de artigo. Todos os conteúdos do PÚBLICO são protegidos por Direitos de Autor ao abrigo da legislação portuguesa, conforme os Termos e Condições.Os assinantes do jornal PÚBLICO têm direito a oferecer até 6 artigos exclusivos por mês a amigos ou familiares, usando a opção “Oferecer artigo” no topo da página. Apoie o jornalismo de qualidade do PÚBLICO. https://www.publico.pt/2019/05/28/impar/opiniao/pensar-excesso-1874033 Intervenções como a do Ponto Lilás na Queima do Porto ou como a que ocorrerá no próximo Primavera Sound, não são meras operações de fachada em conluio com promotores perversos, negligentes e cegamente focados no lucro.
    Country/TerritoryPortugal
    Date28/05/19
    DescriptionUse as ferramentas de partilha que encontra na página de artigo.
    Todos os conteúdos do PÚBLICO são protegidos por Direitos de Autor ao abrigo da legislação portuguesa, conforme os Termos e Condições.Os assinantes do jornal PÚBLICO têm direito a oferecer até 6 artigos exclusivos por mês a amigos ou familiares, usando a opção “Oferecer artigo” no topo da página. Apoie o jornalismo de qualidade do PÚBLICO.
    https://www.publico.pt/2019/05/28/impar/opiniao/pensar-excesso-1874033

    Intervenções como a do Ponto Lilás na Queima do Porto ou como a que ocorrerá no próximo Primavera Sound, não são meras operações de fachada em conluio com promotores perversos, negligentes e cegamente focados no lucro.
    PersonsMaria Carmo Carvalho