#171 Avaliação do perfil nutricional dos boiões e saquetas de fruta infantis

Anne Rocha*, Mariana Seabra, Andreia Figueiredo

*Corresponding author for this work

Research output: Contribution to journalMeeting Abstractpeer-review

1 Downloads

Abstract

Objetivos: Entre os 4 e os 6 meses de vida dos bebés começa a chamada fase de ´diversificação alimentar´ no qual são incorporadas novas texturas e sabores na dieta infantil. Os primeiros alimentos a ser introduzidos são os legumes e a fruta. A ingestão excessiva de hidratos de carbono nesta fase pode desencadear problemas de saúde tais como a obesidade, diabetes, cárie dentária, o que demonstra a importância de analisar os boiões/saquetas de fruta dados a crianças como opção de lanche, em substituição de uma peça de fruta. O objetivo deste estudo consiste em avaliar as tabelas nutricionais de boiões/saquetas de fruta industriais comercializados para crianças/bebés e disponíveis nas grandes superfícies em Portugal. Materiais e métodos: Toda a informação foi recolhida fisicamente e online em cinco superfícies comerciais portuguesas (Continente®, Pingo Doce®, Lidl®, Jumbo® e Celeiro®). Foi criada uma base de dados em Excel® com as tabelas nutricionais dos 139 boiões diferentes de frutas encontrados, que pertenciam a 12 marcas distintas. Resultados: A quantidade de açúcar nos boiões avaliados foi extremamente díspar (entre 7,8 e 20,2g para uma embalagem de 100g), sendo que nenhum dos 139 produtos analisados foi classificado como tendo baixo teor de açúcar (≤ 5g /100g). A ingestão de açúcar diária de uma criança de 1?2 anos não deve ultrapassar as 90kcal/dia, sendo que o boião que apresentou menor conteúdo calórico contém 43kcal. Os boiões de fruta com biscoito/bolacha ou banana são os que têm valores mais altos de açúcar e o conteúdo em sal é elevado quando os boiões contêm biscoito/bolachas ou cereais. Conclusões: Apesar de serem apresentados aos pais como saudáveis, estes boiões de fruta industrializados deveriam ser dados apenas de forma esporádica e não como substituição da porção de fruta diária pelo alto teor de açúcar que contêm. É importante realçar a necessidade imperiosa de ler e interpretar as tabelas nutricionais presentes nos rótulos destes boiões.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)68-69
Number of pages2
JournalRevista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Volume60
Issue numberS1
DOIs
Publication statusPublished - 18 Dec 2019
EventXXXIX Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária - Porto, Portugal
Duration: 18 Oct 201919 Oct 2019

Cite this