A difícil relação entre os jovens e a fé

Armando Matteo

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingForeword/postscript

Abstract

A sociedade atual está sujeita ao impulso de um juvenilismo despropositado, de um lugar simplesmente insuportável para a maior parte dos jovens: nela não podem escolher o trabalho que querem, porque as únicas regras aceites são as do mercado (ditadas pelos adultos); não podem constituir família, porque não há casas (a não ser para os adultos); não podem dar à luz mais do que um filho, porque não há creches nem políticas familiares suficientes; não podem aspirar a ocupar cargos de uma certa responsabilidade, porque só a morte pode arrancar os adultos das suas poltronas. Numa sociedade assim construída, o destino dos verdadeiros jovens parece estar marcado! Os adultos devoram tudo e não deixam nada aos jovens, com custos elevadíssimos para estes. Não deixam espaços de futuro possível. E aí é que bate o ponto: a oclusão do futuro, a sua transformação em ameaça, significa, no fim de contas, segundo a famosa análise de Galimberti, confiar os jovens àquele hóspede inquietante, de nome antigo, mas de vitalidade estrepitosa, que é o niilismo.
Original languagePortuguese
Title of host publicationA primeira geração incrédula
Subtitle of host publicationA difícil relação entre os jovens e a fé
Place of PublicationPrior Velho
PublisherPaulinas Editora
Pages7-16
Number of pages9
Edition
ISBN (Print)9789896733148
Publication statusPublished - 2013

Keywords

  • Young people
  • Post-modernity
  • Atheism

Cite this