A saúde do pé de estudantes de enfermagem em ensino clínico: resultados preliminares de um estudo observacional

Translated title of the contribution: Foot health of nursing students in clinical settings: preliminary results of an observational study

Rafael A. Bernardes, Sílvia Caldeira, Minna Stolt, Inês F. Almeida, Pedro Parreira, Liliana B. Sousa

Research output: Contribution to conferenceAbstractpeer-review

15 Downloads

Abstract

Introdução O Ensino Clínico (EC), pela necessidade de permanecer em pé por longos períodos, constitui-se como um ambiente potencialmente agressivo para a saúde do pé. De facto, as posições ortostáticas prolongadas são consideradas como um dos fatores mais importantes para a diminuição da saúde do pé (Stolt et al., 2018). As lesões associadas ao pé contribuem para cerca de 39.9% das intenções de desistência do curso e, a longo prazo, escassez de enfermeiros (Bakker et al., 2019; Kox et al., 2022). Objetivos O presente estudo teve como objetivos: (i) caracterizar a saúde do pé de estudantes de Enfermagem em Ensino Clínico; e (ii) descrever a influência de posições ortostáticas prolongadas na saúde do pé de estudantes de Enfermagem. Metodologia Estudo observacional descritivo com aplicação da versão portuguesa da escala Self-Administered Foot Health Assessment Instrument (S-FHAI; Stolt et al., 2013) entre novembro de 2021 e janeiro de 2022. Recrutaram-se estudantes da Licenciatura em Enfermagem de várias escolas em Portugal que, no momento do estudo, estivessem em Ensino Clínico. O método de amostragem foi de conveniência, especificamente em “bola de neve”. Utilizou-se o software Qualtrics e a o SPSS v24. Aprovação pela Comissão de Ética da Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem – P799_07_2021. Resultados Dos 100 participantes, a maioria (86%) é do sexo feminino, com média de idades de 23,09 anos (DP=5,07). Grande parte dos estudantes passa mais de 3 horas em pé na mesma posição durante um dia de EC (68%) e/ou a caminhar (76%). Relativamente à saúde do pé, 42% dos estudantes apresentam pele seca, 33% calos ou calosidades, 69% pés frios, 24% cãibras e 21% unhas encravadas. Entre os participantes, 37% referem dor nos pés nas últimas duas semanas, sendo a localização mais afetada a planta do pé (29%). 161 Conclusões A maioria dos estudantes permanece longos períodos em pé ou a caminhar, o que influencia a saúde do pé. Este contexto favorece o surgimento de quadros dolorosos, sobretudo a nível da planta do pé. Um maior conhecimento da saúde podológica dos estudantes, em conjunto com o desenvolvimento de intervenções preventivas, poderá permitir aumentar a qualidade de vida e a satisfação durante o Ensino Clínico. No futuro, os estudantes terão ferramentas para prevenir lesões enquanto enfermeiros.
Translated title of the contributionFoot health of nursing students in clinical settings: preliminary results of an observational study
Original languagePortuguese
Pages160-161
Number of pages2
Publication statusPublished - Mar 2022
Event4º Congresso Internacional de Enfermagem do Trabalho: Diversidade, Inclusão e Tecnologia - Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal
Duration: 23 Mar 202225 Mar 2022

Conference

Conference4º Congresso Internacional de Enfermagem do Trabalho
Abbreviated titleICOHN22
Country/TerritoryPortugal
CityAveiro
Period23/03/2225/03/22

Keywords

  • Foot health
  • Ankle injuries
  • Standing position
  • Occupational health
  • Nursing students

Cite this