A singularidade da organização escolar: reconhecer fatores que fazem uma grande escola

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingConference contributionpeer-review

46 Downloads

Abstract

Uma organização complexa como é a escola faz dela um objeto de estudo por excelência, dadas as suas peculiaridades, no que respeita ao modelo sistémico organizacional que preconiza. É, por isso, pertinente, traçar um retrato desta organização e perceber quais os indicadores e fatores que contribuem para a singularidade de uma escola. De entre o conjunto de dimensões que podem contribuir para tal, quais determinam o sucesso? Apesar de ser possível apontar áreas de intervenção que podem indiciar esses fatores, como o paradigma de ensino e aprendizagem dominante, o modelo de trabalho dos professores, o processo de melhoria ou o papel das lideranças, só através de uma investigação com este escopo é que poder-se-ão encontrar os indicadores que apontam para a eficácia de uma escola, na sua singularidade. Este estudo delimita-se à área do concelho do Porto, por uma questão de exequibilidade. O trabalho incide sobre as quinze escolas sede de agrupamento e sobre três das quatro escolas não agrupadas do concelho. Numa primeira fase, procede-se a um estudo dos documentos estruturantes de cada uma das escolas, na procura de elementos distintivos da singularidade de cada uma delas. Com base nos resultados da análise de conteúdo sobre esses textos, parte-se para um estudo mais focado do objeto, considerando apenas algumas das dimensões dessas singularidades detetadas. Chega-se, assim, Uma organização complexa como é a escola faz dela um objeto de estudo por excelência, dadas as suas peculiaridades, no que respeita ao modelo sistémico organizacional que preconiza. É, por isso, pertinente, traçar um retrato desta organização e perceber quais os indicadores e fatores que contribuem para a singularidade de uma escola. De entre o conjunto de dimensões que podem contribuir para tal, quais determinam o sucesso? Apesar de ser possível apontar áreas de intervenção que podem indiciar esses fatores, como o paradigma de ensino e aprendizagem dominante, o modelo de trabalho dos professores, o processo de melhoria ou o papel das lideranças, só através de uma investigação com este escopo é que poder-se-ão encontrar os indicadores que apontam para a eficácia de uma escola, na sua singularidade. Este estudo delimita-se à área do concelho do Porto, por uma questão de exequibilidade. O trabalho incide sobre as quinze escolas sede de agrupamento e sobre três das quatro escolas não agrupadas do concelho. Numa primeira fase, procede-se a um estudo dos documentos estruturantes de cada uma das escolas, na procura de elementos distintivos da singularidade de cada uma delas. Com base nos resultados da análise de conteúdo sobre esses textos, parte-se para um estudo mais focado do objeto, considerando apenas algumas das dimensões dessas singularidades detetadas. Chega-se, assim,Uma organização complexa como é a escola faz dela um objeto de estudo por excelência, dadas as suas peculiaridades, no que respeita ao modelo sistémico organizacional que preconiza. É, por isso, pertinente, traçar um retrato desta organização e perceber quais os indicadores e fatores que contribuem para a singularidade de uma escola. De entre o conjunto de dimensões que podem contribuir para tal, quais determinam o sucesso? Apesar de ser possível apontar áreas de intervenção que podem indiciar esses fatores, como o paradigma de ensino e aprendizagem dominante, o modelo de trabalho dos professores, o processo de melhoria ou o papel das lideranças, só através de uma investigação com este escopo é que poder-se-ão encontrar os indicadores que apontam para a eficácia de uma escola, na sua singularidade. Este estudo delimita-se à área do concelho do Porto, por uma questão de exequibilidade. O trabalho incide sobre as quinze escolas sede de agrupamento e sobre três das quatro escolas não agrupadas do concelho. Numa primeira fase, procede-se a um estudo dos documentos estruturantes de cada uma das escolas, na procura de elementos distintivos da singularidade de cada uma delas. Com base nos resultados da análise de conteúdo sobre esses textos, parte-se para um estudo mais focado do objeto, considerando apenas algumas das dimensões dessas singularidades detetadas. Chega-se, assim,aos indicadores que caracterizam a escola que descobre e promove talentos, fazendo aprender todos aquelas que nela trabalham. Afinal, o que é que determina ou caracteriza uma escola como uma boa escola?
Original languagePortuguese
Title of host publicationEducação, território e desenvolvimento humano
Subtitle of host publicationatas do III Seminário Internacional
EditorsIlidia Cabral, Joaquim Machado, Cristina Palmeirão, Isabel Baptista, Joaquim Azevedo, José Matias Alves, Maria do Céu Roldão
Place of PublicationPorto
PublisherUniversidade Católica Portuguesa
Pages510-521
Number of pages12
ISBN (Print)9789895436446
Publication statusPublished - 19 Jul 2019
EventIII Seminário Internacional Educação, Territórios e Desenvolvimento Humano - Universidade Católica Portuguesa, Porto, Portugal
Duration: 18 Jul 201919 Jul 2019

Conference

ConferenceIII Seminário Internacional Educação, Territórios e Desenvolvimento Humano
Country/TerritoryPortugal
CityPorto
Period18/07/1919/07/19

Cite this