Entre o absoluto da vida e o absoluto da morte: a propósito de uma vida salva em útero artificialmente mantido vivo

Research output: Contribution to journalArticle

17 Downloads

Abstract

A presente reflexão incide sobre a perceção e a escolha de princípios e valores subjacentes à ação de construção do bem comum, nomeadamente na definição do que é uma vida digna ou indigna de ser vivida. Entre a objetividade e a subjetividade inerente ao poder, entre os absolutos da vida e da morte, apresenta-se o caminho da efetiva inclusão nas escolhas pela vida.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)145-151
Number of pages7
JournalCidade solidária
Issue number37
Publication statusPublished - 2017

Cite this