Husserl e a história. Sobre o “Im Zickzack Vor-und Zurückgehen”, no § 9 da Crise das ciências europeias

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

O presente ensaio procura compreender a concepção husserliana da história a
partir de conceitos tais como Urstiftung, Wiedererinnerung e Nachstiftung.
Tentar-se–á, não só perceber as razões subjacentes à concepção teleológica da
história, presente no livro da Crise (e nos textos que lhe andam associados) e na
Conferência de Viena de 1935, bem como o tipo de concepção do tempo histórico que é correlativa dela, mas também, sobretudo, detectar a possibilidade – a partir dos textos mesmos de Husserl – de uma outra concepção, mais apta a exprimir a
novidade e a contingência.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)143-156
Number of pages14
JournalPhainomenon
Issue number14
Publication statusPublished - 2007

Cite this