Michel Henry: o que pode um corpo?: contributos em língua portuguesa para um projecto internacional de investigação em rede

Florinda Martins (Editor), Américo Pereira (Editor)

Research output: Book/ReportBook

Abstract

O estudo das relações entre Michel Henry (MH) e Espinosa tem sido, até agora, pautado pelo jogo de influências: 1- A filosofia de MH não será mais do que uma ética espinosista, segundo o método fenomenológico; 2- os manuscritos de juventude de MH mostram a sua completa divergência de Espinosa. Outra é a orientação desta obra: Espinosa, com a afirmação «ninguém até agora determinou o que pode um corpo», questiona o rumo que a filosofia de Descartes tomara. Um rumo que, segundo MH, chegou ao limite das suas possibilidades e contradições. Inverter este rumo é conhecer-lhe o erro de raiz: a questão filosófica hoje não é a questão de saber o que é um corpo, mas o que pode um corpo. «O que pode um corpo?» centra a sua investigação na fenomenalidade do poder e do contra-poder que lhe é inerente, uma questão que se prolonga de Espinosa a MH e que hoje se impõe.
Original languagePortuguese
Place of PublicationLisboa
PublisherUniversidade Católica Editora
Number of pages216
Edition1
ISBN (Print)9789725402863
DOIs
Publication statusPublished - Dec 2010

Publication series

NameEstudos de filosofia

Cite this