Nós entre nós

Maria João Carvalho, Cristina Palmeirão

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

11 Downloads

Abstract

O presente artigo pretende refletir sobre a necessidade de um paradigma do cuidado ético, em especial para a pessoa idosa, perspetivando atitudes e práticas de Apoio Domiciliário. Compreender de que forma os serviços de apoio domiciliário atuam como garante da dignidade humana é o mote utilizado para identifi car os valores e as motivações subjacentes à ação de cuidar da pessoa idosa; aferir e compreender quem são as pessoas que cuidam da pessoa idosa; identificar e caracterizar competências requeridas pelos serviços de apoio domiciliário no âmbito da intervenção gerontológica; aferir sobre as principais linhas de orientação e aproximações à prática da Pedagogia Social; compreender e esclarecer o papel atribuído ao Educador Social nos serviços de apoio domiciliário. A necessidade (urgente) de um cuidado-cuidado que resgate e valorize o lugar da pessoa na sociedade alimentou o nosso desejo (e projeto) de melhor entender as motivações e os interesses que movem pessoas e instituições a cuidar de pessoas idosas. Este desafio, enquanto pessoa e profissional, incitou-nos a perspetivar o cuidado sob matriz humanista e a ir ao encontro de profi ssionais e instituições com quem partilhamos o âmbito de ação. Partilha, cooperação e solidariedade são máximas que a Pedagogia Social assume de forma especial para potenciar o (re)encontro entre gerações e, nessa filosofia, também nós, procuramos saber como podemos trabalhar de forma a mais dignificar a vida das pessoas que recorrem aos serviços de apoio domiciliário.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)165-184
Number of pages20
JournalCadernos de Pedagogia Social
Issue number4
DOIs
Publication statusPublished - 1 Jan 2012

Cite this