Os pais e a construção de um referencial alternativo de avaliação pedagógica

Luís Gonçalves, José Matias Alves

Research output: Contribution to conferenceAbstractpeer-review

8 Downloads

Abstract

A avaliação pedagógica vive num octógono de forças: interage e interpela todas as variáveis da organização escolar. Um dos motivos frequentemente invocados para anotar a impossibilidade de uma mudança positiva no regime e nas práticas de avaliação tem a ver com a disposição refratária dos pais que supostamente preferem a manutenção do “satu quo” avaliativo ao serviço da notação, da seriação e da classificação. No âmbito de investigação de doutoramento em Ciências da Educação foram inquiridos 257 encarregados de educação dos ensinos básico e secundário no final do ano letivo 2021-22, tendo-se obtido um conjunto de dados muito expressivos: i) a larga maioria dos respondentes exprime a convicção de que a avaliação promove mais aprendizagens nos seus educandos; ii) embora a maioria dos pais entenda que a avaliação serve essencialmente um propósito de classificação, há 36,2% dos respondentes que considera que a avaliação não se limita a esta finalidade; iii) a grande maioria dos pais (85%) considera que as práticas avaliativas são justas; iv) os testes escritos de avaliação não são considerados pela maioria dos respondentes (52%) como fontes fundamentais de classificação, sendo utilizados outros instrumentos e técnicas de recolha de informação; v) a maioria dos pais (64%) considera que têm um papel escassamente participativo no processo de avaliação; vi) a maioria dos respondentes (66%) considera que a classificação dos seus educandos tem contribuído para que estudem mais; vii) percentagem idêntica entende que a avaliação praticada considera que todos os trabalho realizados pelos seus educandos são considerados para efeitos da avaliação; viii) uma grande maioria (93%) exprime o desejo de um reforço do uso de instrumentos e técnicas de avaliação para além dos testes escritos; Estes dados sinalizam que a maioria dos pais veem a avaliação como um dispositivo ao serviço do desenvolvimento pessoal, podendo, pois, ser uma porta para diversificar e enriquecer os processos de ensino, aprendizagem e avaliação.
Original languagePortuguese
Pages49-50
Number of pages2
Publication statusPublished - Jul 2023
Event5th International Seminar - Education, Territories and Human Development, - Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, Porto , Portugal
Duration: 21 Jul 202323 Jul 2023
https://fep.porto.ucp.pt/pt-pt/asset/22676/file

Seminar

Seminar5th International Seminar - Education, Territories and Human Development,
Country/TerritoryPortugal
CityPorto
Period21/07/2323/07/23
Internet address

Cite this