Prevalência de depressão em adolescentes do distrito de Viseu

Odete Amaral, Carlos Pereira, Nélio Veiga

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapterpeer-review

16 Downloads

Abstract

Introdução: A depressão em adolescentes é uma perturbação frequente e está associada a factores sócio-demográficos e estilos de vida, podendo provocar incapacidade no desempenho individual, familiar, escolar e social. O objectivo deste estudo foi determinar a prevalência de depressão em adolescentes do distrito de Viseu e identificar factores de risco para a depressão. Participantes e métodos: Realizámos um estudo transversal, onde avaliámos os alunos do 7º-12º ano com idades compreendidas entre os 12-18 anos, de 26 escolas públicas do terceiro ciclo e secundário do distrito de Viseu. Os dados foram recolhidos através de um questionário auto-aplicado. Excluímos os questionários sem informação para o sexo e para a idade. A amostra final ficou constituída por 7434 adolescentes (54,7% do sexo feminino). A sintomatologia depressiva foi avaliada com recurso ao Inventário de Depressão de Beck (BDI-II) – versão para adolescentes e considerámos o cut-off point 13. O excesso de peso e obesidade foram avaliados utilizando o índice de massa corporal (IMC) calculado pela razão entre o peso em quilogramas e o quadrado da altura, em metros, auto-declarados (Kg/m2), de acordo com tabelas de Cole et al. As prevalências foram expressas em percentagens com os respectivos intervalos de confiança a 95% (IC95%). Resultados: A prevalência de depressão foi de 20,6%. A sintomatologia depressiva está associada com o sexo (feminino 25,9%, masculino 14,2%, p<0,01), idade (≤14 anos 17,6%, >14 anos 22,9%, p<0,01), área de residência (rural 21,7%, urbano 18,4%, p<0,01), absentismo escolar (25,6%, 17,7%, p<0,01), tabagismo (26,4%, 15,6%, p<0,01), consumo de café (24,9%, 17,4%, p<0,01), consumo de álcool (24,6%, 17,5%, p<0,01), prática de desporto (18,7%, 22,8%, p<0,01) e com o excesso de peso/obesidade (IMC≥25,0Kg/m2 24,7%, IMC<25,0Kg/m2 19,5%, p<0,01). Conclusão: A depressão em adolescentes é uma condição frequente, associada a variáveis sócio-demográficas e aos estilos de vida.
Original languagePortuguese
Title of host publicationInvestigação em saúde. Perspectiva ética, clínica e epidemiológica
EditorsMadalena Cunha
Place of PublicationViseu
PublisherInstituto Politécnico de Viseu
Pages301-313
Number of pages13
ISBN (Electronic)9789899671591
Publication statusPublished - Jun 2012
EventCongresso Internacional de Investigação em Saúde - Terceira, Portugal
Duration: 29 Apr 20101 May 2010

Conference

ConferenceCongresso Internacional de Investigação em Saúde
Country/TerritoryPortugal
CityTerceira
Period29/04/101/05/10

Cite this