Sentimentos como marcadores e operadores em uma ética do reconhecimento

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

4 Downloads

Abstract

O artigo introduz a importância dos juízos de valor nas vivências quotidianas, enquadrando-a na distinção entre conhecer e reconhecer no âmbito de uma filosofia da consciência. Apropriada essa matriz explicativa, retoma a distinção lonerganiana entre emoções intencionais e não-intencionais, resposta intencional ao prazer e à dor; caraterísticas básicas da resposta intencional de valor e acrescenta a dimensão de relacionamento, de origem buberiana. Depois, examina como sentimentos e argumentos interagem nas avaliações presentes numa sequência de atitudes fundamentais, que recupera e ultrapassa a orientação lonerganiana e buberiana. Esta dupla dinâmica ajuda a situar de que modo os sentimentos podem ser, simultaneamente, integradores e operadores de atos de conhecimento e de reconhecimento.
Original languagePortuguese
Pages (from-to)175-194
Number of pages20
JournalPovos e Culturas
Issue number18
DOIs
Publication statusPublished - 2014

Cite this