Técnica de polimento mecanizado na rugosidade de superfície de resinas acrílicas

Margarida Quezada, Helena Salgado*, André Correia, Patrícia Fonseca

*Corresponding author for this work

Research output: Contribution to journalMeeting Abstractpeer-review

7 Downloads

Abstract

Objetivos: A presente investigação tem como objetivo avaliar a viabilidade de utilização de uma técnica de polimento mecanizado na rugosidade de superfície de resinas acrílicas para bases protéticas. Materiais e métodos: Um total de trinta provetes foram confecionados (seis de cada tipo de resina): autopolimerizável (Probase® Cold, Ivoclar Vivadent, Liechtenstein), termopolimerizável (Probase® Hot, Ivoclar Vivadent, Liechtenstein), termoplástica (iFlex, TCS®, USA), CAD/CAM de impressão 3D (V -Print dentabase, VOCO GmbH, Alemanha) e CAD/CAM de fresagem (CediTEC DB, VOCO GmbH, Alemanha). O grupo de estudo foi polido através do protocolo JOTA® Kit 1877 DENTUR POLISH (Jota AG, Rüthi, Suíça) com recurso a uma técnica mecanizada de polimento utilizando um gabarito para movimento controlado e condicionado, exclusivamente desenvolvido para este trabalho experimental. Quando aplicado o mesmo protocolo de polimento, este protótipo pressupõe a eliminação das variáveis relacionadas com o operador, de modo a que a rugosidade de superfície dependa exclusivamente das características intrínsecas da resina acrílica. O grupo de controlo não sofreu polimento. Após o polimento, os provetes foram emersos em água destilada durante 24h à temperatura de 37.ºC. A avaliação da rugosidade média (Ra) foi realizada com recurso a um perfilómetro de contacto. A significância estatística foi considerada para um valor de p<0,05. Resulta‑ dos: Os valores de rugosidade nas resinas de impressão 3D (p=0,004), termopolimerizável (p=0,003) e autopolimerizável (p=0,003) foram significativamente inferiores aos valores de rugosidade das respetivas resinas controlo. A análise bivariada de variância (ANOVA) revelou diferenças significativas na distribuição dos valores de rugosidade entre os grupos de resinas submetidas a polimento mecanizado (F=3,323; p=0,031). Verificaram -se apenas diferenças significativas face aos valorev port estomatol med dent cir maxilofac. 2022;63(S1):1-52 43 res de rugosidade entre os pares de resinas de impressão 3D e autopolimerizável (1,58µm±0,19 vs. 0,86µm±0,23; p=0,004) e termopolimerizável e autopolimerizável (1,58µm ±0,19 vs. 1,07µm ±0,25; p=0,004). Conclusões: Diferenças significativas entre o grupo de controlo e o grupo de estudo, assim como, entre pares de resinas permitem conferir viabilidade ao gabarito para movimento controlado e condicionado. Esta ferramenta de polimento mecanizado introduz uma nova abordagem de redução do efeito das variáveis do operador em estudos de rugosidade de superfície.
Original languageEnglish
Article number#108
Pages (from-to)43-44
Number of pages1
JournalRevista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Volume63
Issue numberS1
DOIs
Publication statusPublished - Oct 2022
EventXLII Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária - Centro de Artes e Espetáculos, Figueira da Foz, Portugal
Duration: 13 Oct 202215 Oct 2022

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Técnica de polimento mecanizado na rugosidade de superfície de resinas acrílicas'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this