Estudo observacional longitudinal e prospectivo das recessões gengivais em alunos de medicina dentária

Atividade: Orientações

Introdução: A doença periodontal sempre esteve presente no ser humano ao longo da história. A perda de suporte representa uma ameaça à integridade do dente, bem como da gengiva e do tecido ósseo. São diversos os factores de risco responsáveis pelo aparecimento da doença periodontal, como a idade, sexo, raça, genética, estatuto socio-económico, hábitos e alterações a nível sistémico. Uma das condições comuns ligadas ao desenvolvimento da doença periodontal é a recessão gengival. O objectivo deste estudo passa por analisar a recessão gengival, a sua incidência e associação com movimentos de escovagem. Metodologia: A recolha de dados visou dois grupos. Um grupo de alunos do 1º ano e outro composto por alunos do 5º ano. Um questionário aplicado é constituído por 14 questões cujo tema principal são os hábitos de higiene oral. Após a execução do questionário, é preenchido o índice de placa (Quigely Hein). Depois procede-se à execução do exame oral, onde se identificaram os dentes que apresentam recessão gengival bem como a face (vestibular ou palatina/lingual) onde esta se encontra. Para cada recessão gengival quantificou-se a altura da recessão gengival, a profundidade de sondagem, largura da gengiva queratinizada, e a presença/ausência de sangramento. Resultados: A incidência da recessão gengival demonstrou ser bastante variada. Obteve-se uma média de recessões gengivais por aluno superior nos alunos do 5º ano, bem como nos alunos do sexo masculino. Também foi possível verificar que as recessões gengivais encontram-se em maior número nos dentes posteriores na arcada superior, e nos dentes anteriores na arcada inferior, sendo que, este facto é comum aos alunos do 1º e do 5º ano. Conclusão: As médias de recessões gengivais encontram-se mais elevadas em alunos do 5º ano e no sexo masculino. Os valores da média de altura de recessão, profundidade de sondagem, largura de gengiva queratinizada e dentes com sangramento encontram-se sempre mais elevados nos alunos do 5º ano.
Período11 jul 2013
Realizado emUniversidade Católica Portuguesa
Grau de reconhecimentoMestrado

Keywords

  • Doença periodontal
  • Recessão gengival
  • Etiologia
  • Incidência