Memória e envelhecimento : a influência da idade no declínio da memória de trabalho

  • Nunes, M. (Supervisor)
  • Patricia Agostinho Fernandes (ALuno)

Atividade: Orientações

O presente trabalho tem como objectivo principal esclarecer e explorar o impacto da idade na memória de trabalho (MT). Para tal, estudou-se o desempenho de jovens e idosos normais em diferentes tarefas de MT organizadas num contínuo de armazenamento-manipulação. A amostra foi constituída por um grupo de 20 jovens (média de idades: 26,75 anos ± 4,387) e por um grupo de 20 idosos (média de idades: 66,50 ± 5,492), ambos sem alterações neurológicas e/ou cognitivas. O protocolo utilizado para avaliar a MT era composto por tarefas de digit, word e spatial span directas, tarefas de digit, word e spacial span inversas, uma self-ordered task, tarefas de n-back, o Wisconsin Card Sorting Test e uma tarefa de fluência verbal. Para se analisar a relação entre a idade e o desempenho dos sujeitos nas tarefas explanadas foi realizada uma comparação de médias. Para as variáveis de desempenho que não seguiam uma distribuição normal foi utilizado o teste não-paramétrico de Mann- Whitney U para amostras independentes e, para as variáveis de desempenho que seguiam uma distribuição normal foi utilizado o teste paramétrico de t para amostras independentes. Os resultados são discutidos com base em hipóteses levantadas ao longo do trabalho e enquadrados à luz da revisão de literatura realizada. Verificou-se que a idade afecta o desempenho de tarefas de MT. No entanto, quando entre os dois grupos é comparada a diferença de desempenho entre uma tarefa que exige menos manipulação e outra que exige uma manipulação superior, não se verificam grandes diferenças significativas relacionadas com a idade, a não ser em tarefas espaciais.
Período10 mai 2012
Realizado emUniversidade Católica Portuguesa
Grau de reconhecimentoMestrado

Keywords

  • Memória de trabalho
  • Envelhecimento
  • Desempenho cognitivo