Relatório de estágio

Atividade: Orientações

O presente relatório surge no final do percurso desenvolvido ao longo do Curso de Mestrado em Enfermagem na Área de Especialização de Saúde Infantil e Pediátrica do Instituto de Ciências da Saúde - Universidade Católica Portuguesa (ICS-UCP). A sua finalidade consiste em descrever os objetivos e as atividades desenvolvidas ao longo dos três módulos de estágio, expondo o percurso de formação e aquisição de competências específicas desenvolvidas nos diferentes contextos práticos, descrevendo-os de forma crítico-reflexiva. A Promoção da Segurança Infantil – Prevenção de Acidentes foi a temática transversal delineada ao longo da Unidade Curricular – Estágio, uma vez que, a mesma consta do Plano Nacional de Saúde 2012-2016 (Direção Geral da Saúde (DGS), 2012) como relevante, no sentido de obter ganhos em saúde, considerando-se necessária uma abordagem urgente e assertiva para diminuir as elevadas taxas de mortalidade e morbilidade associadas aos acidentes infantis. Metodologicamente, a construção deste relatório centrou-se na prática baseada na evidência, tendo em conta dados empíricos provenientes dos estudos encontrados na revisão sistemática da literatura e nas necessidades identificadas na população-alvo dos diferentes contextos de atuação. Assim, o Módulo I dividiu-se: Recursos da Comunidade, refletindo-se acerca da função do Enfermeiro Especialista em Saúde Infantil e Pediátrica (EESIP) neste âmbito e na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP), desenvolvendo-se um guia orientador da consulta de saúde infantil, uma sessão de educação para a saúde para prestadores de cuidados e dois cartazes informativos. No Módulo II (Unidade de Pneumologia Pediátrica (UPP)), interveio-se nesta temática, quer junto dos prestadores de cuidados através de um guia orientador de cuidados e um cartaz informativo, quer para os profissionais, com um panfleto sobre prevenção de aspiração de corpos estranhos e suas medidas preventivas. No Módulo III que se dividiu pelo Serviço de Urgência Pediátrica (SUP), onde se revelou pertinente uma abordagem direcionada aos prestadores de cuidados com a elaboração de um cartaz informativo e um guia orientador, bem como um guia orientador mas para os profissionais e pela Unidade de Cuidados Intensivos Neonatais (UCIN)), onde foi elaborado um guia orientador para os principais prestadores de cuidados ao recém-nascido (RN). Ao longo deste percurso atingiram-se as Competências Específicas preconizadas pela Ordem dos Enfermeiros para o EESIP: “ Assiste a criança/jovem com a família, na maximização da sua saúde”; “Cuida da criança/jovem e família nas situações de especial complexidade”; “Presta cuidados específicos em resposta às necessidades do ciclo de vida e do desenvolvimento da criança e do jovem” (OE, 2010, p.2).
Período23 out 2013
Realizado emUniversidade Católica Portuguesa
Grau de reconhecimentoMestrado

Keywords

  • Acidentes infantis
  • Enfermeiro especialista em saúde infantil e pediátrica
  • Promoção da saúde