Fotografia de Pedro Afonso Nunes Correia de Costa Fernandes
1994 …2022

Produção científica por ano

Se fez quaisquer alterações no Pure, estas estarão visíveis aqui em breve.

Perfil pessoal

Personal profile

Pedro Afonso Fernandes é Doutorado em Urbanismo pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Mestre em Planeamento Regional e Urbano pela Universidade Técnica de Lisboa e Licenciado e Mestre em Economia pela Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (NOVA School of Business and Economics). Ao longo de uma carreira profissional com cerca de 25 anos, Pedro Afonso participou em aproximadamente 200 estudos e trabalhos de consultoria em diversas áreas, incluindo: Avaliação de Impactes, Economia e Planeamento Urbano, Desenvolvimento Regional e Rural, Econometria e Métodos de Previsão. Desta forma, possui uma importante experiência em software científico, com utilização frequente de ferramentas análise de dados como o R, Stata, MatLab, SPSS, Gretl, QGIS, DepthmapX ou Prolog. Desde 2013, é Senior Economist no NECEP – Católica Lisbon Forecasting Lab e investigador na Unidade de Investigação (CUBE) da CATÓLICA-LISBON. Os seus interesses de investigação cruzam a Economia com a Análise de Dados, os Métodos Computacionais e o Planeamento Urbano.

???person.customfields.researchinterests???

  • Ciclos económicos e filtragem de dados com métodos lineares e não lineares;
  • Previsão, Econometria e Análise de Dados;
  • Métodos Recursivos em Macroeconomia e Programação Dinâmica;
  • Programação em Lógica utilizando o Prolog;
  • Modelos Computáveis de Equilíbrio Geral (CGE);
  • Desenvolvimento Regional, Rural e Sustentável;
  • Economia Urbana e Planeamento;
  • Sintaxe Espacial.

Teaching

Métodos de Investigação em Gestão: análise de dados com R

Professional Information

  • Desenvolvimento e manutenção das bases de dados e dos modelos de previsão da economia portuguesa da Universidade Católica Portuguesa (UCP), reportando diretamente ao coordenador do NECEP, Prof. Doutor João Borges de Assunção.
  • Elaboração da Folha Trimestral de Conjuntura do NECEP.
  • Análise em profundidade do Orçamento do Estado nas perspetivas das finanças públicas e do impacto no crescimento económico.
  • Decomposição de séries cronológicas em tendência, ciclo e sazonalidade recorrendo a filtros lineares e não lineares, com aplicação a modelos de previsão.
  • Desenvolvimento de modelos de previsão do tráfego nas auto-estradas concessionadas à BRISA com programação em R .
  • Modelos de perequação compensatória, programas de execução e planos de financiamento de instrumentos de gestão territorial (núcleos de desenvolvimento turístico da UP 12 de Lagoa, UOPG 3 e 11 da Meia Praia – Lagos, plano da entrada norte da Cidade de Setúbal / Centro Comercial Alegro, plano do Centro Histórico de Olhão, planos de urbanização da KaTembe – Moçambique).
  • Análises custo-benefício e custo-eficácia (planos do Centro Histórico de Olhão e Praia de Faro, medidas dos planos de gestão das regiões hidrográficas do Sado-Mira, Guadiana, Algarve e Madeira).
  • Estudos de viabilidade económica e financeira (EVEF) de projetos de investimento (recuperação ambiental e mobilidade suave ao longo do rio Alcoa: ligação Alcobaça - Nazaré, reabilitação e refuncionalização do edifício do MERCOALCOBAÇA, adapt.local - Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas, Património da Humanidade da Região Centro, sistemas de abastecimento de água e saneamento em Alcobaça, Centro de Acolhimento de Refugiados da Bobadela, Zona Franca dos Açores).
  • Caracterização socioeconómica e eficiência energética da habitação em Portugal, no âmbito do projeto europeu EuroPACE - Developing, piloting and standardising on-tax financing for residential efficiency retrofits in European cities and regions.
  • Avaliação do impacto na economia portuguesa dos acordos comerciais UE-MERCOSUL e UE-Japão, com aplicação da base de dados e do modelo computável de equilíbrio geral GTAP (Global Trade Analysis Project).
  • Desenvolvimento de um algoritmo em R para delimitação de regiões polarizadas, com aplicação à bacia do rio São Francisco – Brasil.
  • Análise das estruturas tarifárias e do grau de recuperação de custos dos serviços de águas (Serviços Municipalizados de Alcobaça, regiões hidrográficas do Sado-Mira, Guadiana, Algarve e Madeira, bacia do rio São Francisco – Brasil).
  • Desenvolvimento de cenários prospetivos de usos e necessidades futuras de água (regiões hidrográficas do Sado-Mira, Guadiana, Algarve e Madeira, bacia do rio São Francisco – Brasil).
  • Avaliação do impacto socioeconómico de projetos de investimento em infraestruturas (Terminal de Contentores do Barreiro, Terminal de Contentores de Sines, barra do Porto de Aveiro, barragem de Foz-Tua, cais do Pinhão, porto de pesca de Olhão, navegabilidade do rio Guadiana, blocos de rega do Alqueva, empreendimento de Odelouca, ETAR em Portimão, retail park em Setúbal, aeroporto de São Tomé) e turísticos (Alcácer do Sal, Monsaraz, Marvão e Vila Real de Santo António).
  • Avaliação estratégica de riscos e oportunidades de desenvolvimento socioeconómico (Polis Litoral Ria Formosa, Polis Litoral Ria de Aveiro, vários planos em Lisboa, Loures, Costa de Caparica - Almada, Setúbal, Bragança, Póvoa do Varzim, Melgaço, Pombal, Idanha-a-Nova, Portimão, Vila Real de Santo António, Castro Marim, Alter do Chão e Tarrafal – Cabo Verde).
  • Avaliação de redes de serviços e programas de desenvolvimento territorial (avaliação da rede de centros de formação do IEFP, rede de serviços de proximidade da região de Alto Trás-os-Montes, rede «Rotas de Cerâmica», pacto territorial para o emprego do Vale do Sousa, centros de concentração empresarial no Espaço Alqueva, plano de desenvolvimento regional, económico e social da KaTembe/Ponta do Ouro – Moçambique).
  • Participação na avaliação de intervenções cofinanciadas por Fundos Europeus (instrumentos financeiros no FEADER 2014-2020, impacto da PAC na criação de emprego, estudos de caso de desenvolvimento rural e local, programas de desenvolvimento rural 2014-2020 do Continente, Açores, Madeira e Extremadura - Espanha, LEADER+, RURIS, INTERREG, PRODEP III, PO Alentejo 2000-2006, PO Ambiente 2000-2006, Fundo de Coesão 1993-2006).
  • Conceção e tratamento estatístico de inquéritos por questionário no âmbito de diversas avaliações (Fundos Europeus, melhores práticas empresariais, cursos profissionais, estágios do ensino superior, orientação profissional, formação do IEFP e outras entidades formadoras, iniciativas locais de emprego, reconhecimento, validação e certificação de competências de adultos, estudos de opinião sobre marcas e cartões de crédito).

Experiência relacionada com os ODS da ONU

Em 2015, os estados membros da ONU concordaram com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) globais para acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir a prosperidade para todos. O trabalho desta pessoa contribui para o(s) seguinte(s) ODS:

  • ODS 4 - Educação de qualidade
  • ODS 5 - Igualdade de género
  • ODS 6 - Água limpa e saneamento
  • ODS 8 - Trabalho digno e crescimento económico
  • ODS 10 - Desigualdades reduzidas
  • ODS 11 - Cidades e comunidades sustentáveis
  • ODS 13 - Ação climática

Educação/Habilitações académicas

Doutoramento, Lusófona University

Data do prémio: 11 nov 2014

Mestrado, NOVA University Lisbon

Data do prémio: 25 jan 2005

Mestrado, University of Lisbon

Data do prémio: 23 abr 1996

Licenciatura, NOVA University Lisbon

Data do prémio: 28 jul 1993

Keywords

  • HB Economic Theory
  • HA Statistics
  • G Geography (General)

Impressão digital

Explore os tópicos mais investigados por Pedro Afonso Nunes Correia de Costa Fernandes.
  • 1 Perfis semelhantes