#015. O CBCT no tratamento endodôntico de primeiro molar maxilar com 5 canais – caso clínico

André Eduardo Rebolo da Silva, Luís Clemente, Beatriz Brites, Miguel Agostinho Cardoso, Rita Noites, Manuel Paulo

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Introdução: Os molares superiores são frequentemente constituídos por uma raiz mesiovestibular, outra distovestibular e uma raiz palatina, apresentando, assim, uma incidência compreendida entre 73,6‐94,6%. Dada a possibilidade de variações anatómicas e canalares, o diagnóstico por imagem é fulcral para a realização de um bom plano de tratamento. O CBCT tem vindo a assumir uma crescente utilidade na identificação das diferentes variantes canalares, superando as limitações da radiografia periapical permitindo a visualização. Dada a complexidade canalar, diversos autores defendem que o uso de instrumentação e a obturação com técnicas termoplásticas permite um melhor tratamento canalar, garantindo um maior sucesso clínico. Descrição do caso clínico: Paciente do sexo masculino, com 22 anos, comparece na consulta de Endodontia na Clínica Dentária do Instituto de Ciências da Saúde de Viseu, da Universidade Católica Portuguesa, com sintomatologia aguda no dente 2.6. Foi estabelecido um diagnóstico compatível com pulpite irreversível, apresentando sensibilidade térmica aumentada, dor espontânea e dor à percussão vertical. Após análise do CBCT, comprovou‐se a presença de uma raiz MV com 3 canais e a raiz DV fusionada com a P, apresentando 2 canais que se uniam no 1/3 coronário. Procedeu‐se ao tratamento endodôntico, realizando o preparo canalar com o sistema Protaper Universal e a obturação recorrendo à combinação de várias técnicas termoplásticas. Discussão e conclusões: A complexidade da anatomia radicular requer cuidados especiais no diagnóstico e tratamento endodôntico. O uso de CBCT permite entender melhor o sistema canalar e realizar um tratamento endodôntico mais adequado. O recurso ao sistema Protaper Universal e a combinação de várias técnicas termoplásticas permitiu realizar um bom selamento do sistema canalar.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)7-7
Número de páginas1
RevistaRevista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Volume57
Número de emissãoS1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - dez 2016
EventoXXXVI Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária -
Duração: 7 out 20168 out 2016

Citação