#033 Microscópio cirúrgico a propósito de retratamento 1.º pré-molar mandibular com 2 canais

António Jorge Monteiro Pereira Coelho, Ricardo Jorge da Costa Figueiredo, Rita Noites, Miguel Agostinho Cardoso

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Introdução: A Medicina Dentária, particularmente o ramo da endodontia, tem sofrido grandes avanços nas últimas décadas devido ao aparecimento do microscópio operatório. Até recentemente, os procedimentos endodônticos eram realizados utilizando apenas a sensibilidade tátil e a experiência do operador, sendo que a única forma de visualizar o interior dos canais era através de radiografias. Este trabalho tem como objetivo comparar a visualização do tratamento endodôntico utilizando um microscópio operatório com a visualização direta através do olho humano e demonstrar a eficácia, precisão e facilidade do tratamento que a utilização do microscópio operatório proporciona num caso de retratamento endodôntico. Descrição do caso clínico: Paciente do sexo masculino com 69 anos apareceu na consulta da Clinica Dentária Universitária da Universidade Católica com sintomatologia à percussão vertical no dente 34. Após a realização de radiografia observou?se a presença de lesão apical e um segundo canal sem estar obturado. Procedeu?se ao retratamento endodôntico. O microscópio permitiu visualizar que os canais bifurcavam no terço médio da raíz e que o canal lingual apresentava cimento de obturação só na entrada canalar. Removeu?se a guta com Protaper® D3 e realizou?se a preparação canalar com Protaper Universal® F1. Obturaram?se os canais com o sistema GuttaCore® e cimento AHplus®. Discussão e conclusões: Comparando as imagens obtidas pelo microscópio e as fotografias intraoperatórias (simulação do olho humano), foi verificada a superioridade das imagens do microscópio. Enquanto o olho humano apenas consegue distinguir 2 pontos à distância mínima de 0,2mm, com o microscópio operatório é possível aumentar a acuidade visual do operador até aos 0,006mm, o que permite inferir que a utilização desta ferramenta foi indispensável para o retratamento endodôntico. A utilização do microscópio operatório na Medicina Dentária, particularmente na endodontia, é uma prática cada vez mais imprescindível. Apesar do custo associado à sua aquisição, o melhoramento da postura de trabalho, a autocrítica e análise dos trabalhos realizados, a possibilidade de utilização das imagens intraoperatórias para ensino universitário, e, principalmente, uma melhor qualidade e eficácia de trabalho, antagonizam qualquer despesa que advém da obtenção desta ferramenta. Por todas estas razões, este equipamento é imprescindível na prática endodôntica do século XXI.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)14-14
Número de páginas1
RevistaRevista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Volume58
Número de emissãoS1
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 30 dez 2017
EventoXXXVII Congresso Anual da Sociedade Portuguesa de Estomatologia e Medicina Dentária - Coimbra
Duração: 13 out 201714 out 2017

Citação