A arte ao sabor da moda? Elementos de crítica da moda na perspetiva de Mikel Dufrenne

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Resumo A moda e a arte partilham espaços e circuitos, permutam papéis e representações. A moda penetra nos museus e nas galerias de arte; por sua vez os artistas influenciam a moda, participam em desfiles e publicações que lhe são dedicadas. Tanta cumplicidade pode levar a pensar que se esvaíram fronteiras, que a moda se realiza, sem mais, como forma de arte, e que a arte está hoje moldada pela lógica da moda. Se esta relação escaldante 1 dissipa o sentido das diferenças, entendemos que é tarefa da estética arrefecê-la, sujeitando à análise crítica a ambiguidade gerada pelo sistema socio-estético-cultural. Em diálogo com Mikel Dufrenne, mostraremos que, à luz de um conceito de arte ligado ao fenómeno da sua vivência, arte e moda se assumem como realidades diferenciáveis e dificilmente convertíveis, ainda que aproximáveis.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)603-612
Número de páginas9
RevistaRevista Portuguesa de Filosofia
Volume70
Número de emissão2-3
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 out 2014

Keywords

  • Arte
  • Experiência
  • Mikel Dufrenne
  • Moda
  • Sistema

Citação