A educação e as relações (inter)geracionais: a necessidade de um novo pacto social

Eduardo Duque, José Durán Vázquez

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Nas sociedades contemporâneas, o tempo presente está repleto de sinais de descontinuidade, são sinais paradoxais; por um lado, exprime-se a satisfação com a vida, a plenitude de felicidade, por outro, encontra-se a crise e a inexorável deterioração que ela acarreta.
Não se pode esquecer que as sociedades modernas foram organizadas e estruturadas amplamente em torno dos universos da educação, trabalho e consumo. Através destes universos, formaram-se não somente as diferentes posições sociais, mas também as respetivas biografias dos indivíduos.
Porém, a partir da década de 70 do século passado, a esfera educativa e laboral começou a mostrar uma menor capacidade para atribuir posições sociais e de construir as diferentes biografias dos indivíduos (Beck, 2006). Ao mesmo tempo, o universo do consumo ganhou um maior protagonismo, modificando as atitudes e os valores dos indivíduos em relação às outras duas esferas, trabalho e educação. Simultaneamente, alterou-se também a orientação temporal dos jovens, tornando-se esta cada vez mais presentista. Neste texto, procura-se ilustrar este processo através da análise de três gerações de jovens espanhóis e portugueses, nascidos nas décadas de 1935/1945, 1955/1965 e 1975/1985.
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitriãoEducação, inclusão e diversidade
Local da publicaçãoChaves
Capítulo1
Páginas33-39
Número de páginas7
Edição
Estado da publicaçãoPublished - abr 2022
EventoEducação, inclusão e diversidade - Auditório de Mirandela, Bragança
Duração: 21 abr 202223 abr 2022
https://associacaointervencao.pt/actividades/proximas-actividades/

Conferência

ConferênciaEducação, inclusão e diversidade
País/TerritórioPortugal
CidadeBragança
Período21/04/2223/04/22
Endereço da Internet

Citação