“Um peixe é um peixe”, ou a escada de Tolstói

Resultado de pesquisarevisão de pares

6 Transferências (Pure)

Resumo

Este artigo debruça-se sobre a versão dos evangelhos de Tolstói, explorando os seus procedimentos interpretativos e metodológicos. Visa mostrar que esta obra singular procede em larga medida das experiências pedagógicas de Tolstói nas décadas de 1860-70 e que nela se jogam muitas das questões que iriam mais tarde surgir na filosofia de Wittgenstein.
Título traduzido da contribuição"A Fish is a fish", or Tolstoy’s ladder
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)182-209
Número de páginas28
RevistaRUS (São Paulo)
Volume12
Número de emissão18
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 29 abr 2021

Keywords

  • Tolstoi
  • Os Meus Evangelhos
  • Interpretação figural
  • Wittgenstein

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de ““Um peixe é um peixe”, ou a escada de Tolstói“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação