A leitura dos sinais dos tempos e suas implicações na vida da Igreja

José Eduardo Borges de Pinho

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

O artigo procura explicitar em cinco pontos – cada um deles conjugando reflexões de princípio com aspectos mais de ordem prático-pastoral – as implicações da leitura dos “sinais dos tempos” para a vida da Igreja. Como ponto de partida aponta-se a necessidade de a Igreja assumir uma atitude de escuta permanente da “Palavra de Deus”. Num segundo momento coloca-se esta sensibilidade crente no contexto da indispensável encarnação da existência cristã. A leitura dos “sinais dos tempos” só é possível no reconhecimento e no fomento do “sensus fidei” dos membros da Igreja. Em consequência, estão em causa aqui o entendimento e a prática da Igreja como comunidade dialógica, ao mesmo tempo que emergem interpelações no sentido de se concretizarem caminhos de conversão cristã e eclesial.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)151-171
Número de páginas21
RevistaDidaskalia
Volume41
Número de emissão1
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 1 jan 2011

Citação