A loja de um ourives da prata no Porto em 1820: o homem e os seus negócios

Resultado de pesquisarevisão de pares

16 Transferências (Pure)

Resumo

O ourives da prata portuense Capitão Bento José Correia morreu em 1820, sendo necessário proceder a um inventário dos seus bens. Este documento, contextualizado com aspectos biográficos do ourives e da sua família, permite-nos enquadrar a vivência de um artífice dos finais do século XVIII e primeiro quartel do séc. XIX. A listagem da sua loja, com objectos de prataria civil e religiosa, revela as tipologias em uso e outros elementos curiosos do ofício são igualmente apresentados ao longo do texto.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)1-26
RevistaRes mobilis
Volume4
Número de emissão4
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 12 mar. 2015

Keywords

  • ourives da prata
  • século XIX
  • Bento José Correia
  • prata civil e religiosa
  • loja

Citação