A obra-prima Os Maias de Eça de Queirós numa leitura cinematografada – olhares sobre a cultura lusitana

Título traduzido da contribuição: A obra-prima Os Maias de Eça de Queirós numa leitura cinematografada - olhares sobre a cultura Lusitana

Filomena Antunes Sobral*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Estabelecendo um percurso histórico que procura relacionar literatura e cinema, o texto propõe uma aproximação analítica à adaptação cinematográfica de Os Maias (realizada pelo diretor português João Botelho em 2014). Simultaneamente foca no caráter reflexivo e indagador que a arte pode assumir propondo o questionamento acerca das (des)continuidades possíveis entre o romance queirosiano do século XIX e a leitura filmica adaptada. Beneficiando historicamente de uma conexão dialogal com a literatura, o cinema é apontado como um campo fértil para promover dinâmicas de criatividade que permitem repensar o país no período histórico da contemporaneidade a partir de um monumento canónico.
Título traduzido da contribuiçãoA obra-prima Os Maias de Eça de Queirós numa leitura cinematografada - olhares sobre a cultura Lusitana
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)642-653
Número de páginas12
RevistaEstudos Ibero-Americanos
Volume43
Número de emissão3
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 2017

Keywords

  • Literatura
  • Cinema
  • Os Maias

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “A obra-prima Os Maias de Eça de Queirós numa leitura cinematografada - olhares sobre a cultura Lusitana“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação