A portabilidade da Bíblia a uma nova escala: a Sociedade Bíblica e o projeto de universalização das Escrituras (séc. XIX)

Rita Mendonça Leite*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

27 Transferências (Pure)

Resumo

A institucionalização da Sociedade Bíblica Britânica e Estrangeira (SBBE) no século XIX na Grã-Bretanha (re)colocou o problema da portabilidade da Bíblia a uma nova escala, procurando concretizar um plano de universalização do acesso aos textos bíblicos. O caso específico da implementação da SBBE em Portugal ao longo daquele século foi parte integrante desse projeto, ao mesmo tempo que tornou bem patente o modo como aquela institucionalização do religioso se estruturou sobre dois níveis: o proselitismo e a dimensão económica, sucessivamente trabalhados no âmbito de fronteiras ambíguas e flutuantes. Este artigo foca-se no modo como a ação da SBBE em Portugal potenciou a portabilidade e materialidade das Escrituras a favor da disseminação de um Texto que definia como sendo sagrado.
Título traduzido da contribuiçãoThe portability of the Bible on a new scale: the Bible Society and its project to universalize Scriptures (19th century)
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)183-208
Número de páginas26
RevistaLusitania Sacra
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jul. 2016

Keywords

  • Sociedade Bíblica
  • Escrituras
  • Livro
  • Edições bíblicas
  • Colportor

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “A portabilidade da Bíblia a uma nova escala: a Sociedade Bíblica e o projeto de universalização das Escrituras (séc. XIX)“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação