A presença de Deus no tempo do homem

Nuno Brás Martins

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

O artigo apresenta o modo como alguns dos principais teólogos contemporâneos pensaram a possibilidade e as consequências de uma presença de Deus no seio da história humana (história da salvação) e, em particular, as consequências da proclamação do fim dos tempos em Cristo para a história. Começando por R. Bultmann (a decisão humana na fé como decisão escatológica), o artigo refere-se depois às teologias da história de O. Cullmann (a verdade da história contemporânea vivida à luz da vitória definitiva de Cristo mas à espera da vitória final), W. Pannenberg (em Cristo o fim da história é-nos dado antecipadamente), K. Rahner (Cristo é o portador absoluto da salvação que, apesar da fragilidade do acontecimento histórico, pede o compromisso absoluto) e H. U. von Balthasar (Jesus abre um caminho de redenção acessível a todos, transformando o tempo do pecado em tempo dos redimidos e dando sentido definitivo à existência humana).
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)247-268
Número de páginas22
RevistaDidaskalia
Volume38
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 1 jun 2008

Citação