A teoria das forças – um referencial para a prática na intervenção social: um referencial para a prática na intervenção social,

Resultado de pesquisa

Resumo

A obra apresenta a Teoria das Forças como um referencial de acção que permite uma abordagem diferente aos problemas sociais e uma proposta diferenciadora na construção de percursos de inserção. Através de uma abordagem quase-experimental a investigação empírica que a autora realizou permite concluir que uma intervenção desenvolvida segundo o referencial da teoria das forças se transforma num movimento múltiplo abrangendo o processo de intervenção, o profissional e o utente, potenciando uma abordagem diferente aos problemas sociais, mas também a reconstrução de uma nova cultura profissional. Dirigida a estudantes, professores e profissionais da área das ciências sociais e humana, esta obra pretende ser um contributo e um estímulo ao desenvolvimento de um campo inovador e quase inexplorado no contexto da intervenção social em Portugal: as forças e as possibilidades. Oferecendo esta obra à comunidade académica e profissional do serviço social a autora contribui não só para um mais amplo conhecimento da perspectiva das forças como teoria para a prática em serviço social, como abre espaço para o debate sobre as suas potencialidades, limites e desafios num contexto de vulnerabilidade societal, um debate necessário, que a própria autora adentra, mas que justifica aprofundamento no cotejo com outras teorias para a prática que, noutros campos paradigmáticos, igualmente reclamam para si o estatuto de abordagens capacitadoras em serviço social.
Idioma originalPortuguese
EditoraUniversidade Católica Editora
Número de páginas224
ISBN (impresso)9789725405093
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2016

Citação