Escala de motivação académica: validação no ensino superior público português

Marco Ferreira Ribeiro, Vasco Saraiva, Paulo Pereira, Célia Ribeiro

Resultado de pesquisarevisão de pares

3 Transferências (Pure)

Resumo

Esta investigação teve como objetivo o estudo das propriedades psicométricas e posterior validação da Escala de Motivação Académica proposta por Guimarães e Bzuneck (2008), em Portugal, através da utilização de duas amostras, a Amostra A constituída por 568 estudantes do ensino superior público e a Amostra B constituída por 589 estudantes igualmente do ensino superior publico, com uma abrangência nacional. Para tratamento dos dados foram utilizados os softwares SPSS 25 e AMOS 25. Foram conduzidas duas análises fatoriais confirmatórias em cada amostra e uma análise de grupos múltiplos, sendo que os resultados apontaram para a validade da escala reespecificada na avaliação da motivação no ensino superior e sua robustez, com destaque para correlações elevadas entre as dimensões Motivação Extrínseca por Regulação Integrada e Motivação Intrínseca, Motivação Extrínseca, por Regulação Integrada e Motivação Extrínseca por Regulação Introjetada e por Motivação Extrínseca por Regulação Externa e Desmotivação. Por outro lado, verificou-se que o modelo de escala proposto é invariante.
Título traduzido da contribuiçãoAcademic motivation scale: validity in portuguese public higher education
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)288-310
Número de páginas23
RevistaRevista de Administração Contemporânea
Volume23
Número de emissão3
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - jun 2019

Keywords

  • Motivação académica
  • Escala
  • Validação

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Escala de motivação académica: validação no ensino superior público português“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação