Ansiedade, depressão e estresse em estudantes universitários: o impacto da COVID-19

Berta Rodrigues Maia*, Paulo César Dias

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

59 Citações (Scopus)
3 Transferências (Pure)

Resumo

A pandemia e a inerente alteração de comportamentos, a par da parca previsibilidade, geraram maior ansiedade na população. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo analisar se os níveis de depressão, ansiedade e estresse em estudantes universitários se alteraram no período pandêmico (2020) comparativamente a períodos anteriores/normais. O estudo foi constituído por dois grupos, sendo a amostra 1 constituída por 460 sujeitos com idade média de 20,14 anos, e a amostra 2 por 159 sujeitos com idade média de 20,40 anos. Todos preencheram um questionário sociodemográfico e as escalas de ansiedade, depressão e estresse. Os estudantes que integraram o estudo no período pandêmico apresentaram níveis significativamente mais elevados de depressão, ansiedade e estresse comparativamente aos que integraram o estudo no período normal. Os resultados sugerem um impacto psicológico negativo da pandemia nos estudantes. Importa continuar a explorar as implicações da pandemia na saúde mental dos estudantes, para que se possam prevenir e minorar os seus efeitos.
Título traduzido da contribuiçãoAnxiety, depression and stress in university students: the impact of COVID-19
Idioma originalPortuguese
Número do artigoe200067
RevistaEstudos de Psicologia (Campinas)
Volume37
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2020

Keywords

  • Adulto jovem
  • Pandemia
  • Saúde mental

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Ansiedade, depressão e estresse em estudantes universitários: o impacto da COVID-19“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação