Aspectos da ourivesaria portuguesa na revista “O Ocidente” (1878-1915)

Resultado de pesquisa

Resumo

A revista O Ocidente, entre 1878 e 1915, constituiu um dos mais relevantes veículos de divulgação da prataria portuguesa antiga e coeva. Ofertas aos heróis que nesse tempo se multiplicaram, grandes baixelas, ou presentes diplomáticos, surgem noticiados nesta publicação periódica. Através de desenhos e de fotografias dos objectos, publica um conjunto de elementos de grande relevância para o conhecimento de estabelecimentos de ourivesaria como a Leitão & Irmão, Reis Filhos, ou outros ourives. A presença da ourivesaria portuguesa em exposições internacionais, como a do Rio de Janeiro (1879), constituiu uma oportunidade para exaltar esta arte portuguesa e a permanência da tradição, num período em que a tendência para a industrialização ameaçava a qualidade da prataria lusa. A ourivesaria do ouro e a joalharia encontram outras referências, directas ou indirectas, nas páginas desta publicação periódica, designadamente as jóias vendidas no leilão de D. Maria Pia, em 1911.
Título traduzido da contribuiçãoAspects of Portuguese jewellery in the magazine “Ocidente” (1878-1915)
Idioma originalPortuguese
RevistaArtis
Estado da publicaçãoPublicado - 2016

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Aspectos da ourivesaria portuguesa na revista “O Ocidente” (1878-1915)“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação