Atitudes dos pais em relação à inclusão: contributos de um estudo quantitativo

Paulo C. Dias, Ana Rita Leal, Pedro Flores, Julian Diáz

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Transferências (Pure)

Resumo

Especialmente desde a segunda metade do século XX os pais assumiram uma posição determinante em movimentos cívicos e políticos em defesa da inclusão, nem sempre acompanhados da suficiente investigação. O presente estudo visa compreender as atitudes de 177 pais de crianças com e sem Necessidades Edu-cativas Especiais (NEE), com recurso ao Inventário Geral de Atitudes quanto à Educação Inclusiva (Barbosa,2005) e um questionário sociodemográfico. De acordo com os dados percebemos maioritariamente atitudes favoráveis em relação à inclusão das crianças com NEE, embora muitos indivíduos se mostrem indecisos. Encontramos diferenças entre os pais com e sem filhos com NEE, especialmente entre as mães, e atitude menos favorável entre pais sem filhos com NEE e com menos filhos. Os dados apresentam-nos pistas sobre o estado atual e oferecem-nos implicações para uma verdadeira mudança ao nível da escola
Título traduzido da contribuiçãoParental attitudes toward inclusion: contributions of a quantitative study
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)112-121
RevistaSaber & Educar
Número de emissão23
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 12 dez 2017

Keywords

  • Atitudes
  • Pais
  • Inclusão
  • Escola
  • Questionário

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Atitudes dos pais em relação à inclusão: contributos de um estudo quantitativo“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação