Bullying em adolescentes do 3.° ciclo: papel da vinculação aos pares no comportamento do agressor e da vítima

Denise Dias, Magda Rocha, Catarina Pinheiro Mota

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Citação (Scopus)

Resumo

A vinculação segura aos pares tem vindo a ser perspetivada na literatura enquanto fator protetor face ao envolvimento em comportamentos de bullying. O presente estudo testa o efeito preditor da vinculação aos pares nos comportamentos de bullying, avaliando se o sexo é moderador nesta associação. A amostra é constituída por 351 participantes de ambos os sexos, entre os 12 e os 17 anos de idade. Os resultados apontam para o efeito preditivo da vinculação aos pares nos comportamentos de vitimização, não se verificando um efeito moderador do sexo nesta associação. No que refere aos comportamentos de agressão, não foi encontrado valor preditivo da vinculação aos pares. Os resultados serão discutidos à luz da teoria da vinculação, considerando a relevância da qualidade da relação com os pares enquanto fator protetor em comportamentos desadaptativos de bullying na adolescência.
Título traduzido da contribuiçãoBullying in adolescents in secondary school: role of peer attachment on the aggressor and victim behavior
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)79-103
Número de páginas25
RevistaRevista Crítica de Ciências Sociais
Número de emissão120
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2019
Publicado externamenteSim

Keywords

  • Adolescência
  • Bullying
  • Comportamento desviante
  • Prestação de cuidados
  • Vitimização

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Bullying em adolescentes do 3.° ciclo: papel da vinculação aos pares no comportamento do agressor e da vítima“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação