Clinical validation of the nursing diagnosis of sexual dysfunction in pregnant women

Dora Carteiro*, Sílvia Caldeira, Lisete Sousa, Débora Costa, Cláudia Mendes

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

5 Citações (Scopus)

Resumo

Objetivo: Validar o diagnóstico de enfermagem disfunção sexual em mulheres grávidas. Métodos: Estudo transversal, segundo o modelo de validação clínica de Richard Fehring. Resultados: A prevalência foi de 48,7% em 306 gestantes. Um total de 14 características definidoras foram validadas: sete principais e sete secundárias. A característica definidora procura de confirmação de desejabilidade foi a mais sensível e a diminuição do desejo sexual, a mais específica. O score total do diagnóstico foi 0,79. Conclusões: O diagnóstico foi validado nesta amostra. Implicações para a prática: A prevalência do diagnóstico apela à intervenção de enfermagem efetiva. Estudos de validação em diferentes contextos sociais e culturais poderão contribuir para a melhoria da evidência científica do diagnóstico.
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)219-224
Número de páginas6
RevistaInternational journal of nursing knowledge
Volume28
Número de emissão4
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - out. 2017

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Clinical validation of the nursing diagnosis of sexual dysfunction in pregnant women“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação