Criatividade e estilos de pensar e criar em futuros gestores músicos e arquitetos

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Citação (Scopus)

Resumo

Pretende-se caracterizar e comparar os níveis de criatividade e os estilos de pensar e criar de uma amostra de 210 estudantes universitários dos cursos de Gestão, Arquitetura e Música, atendendo ao seu gênero e idade, bem como, analisar a possível correlação entre ambos. O Test for Creative Thinking - Drawing Production e a versão Portuguesa da Escala de Estilos de Pensar e Criar operacionalizaram as variáveis em estudo. A análise das diferenças entre médias mostrou que os estudantes de Arquitetura apresentam níveis de criatividade superiores comparativamente aos estudantes de Gestão. No que se refere aos estilos de pensar e criar, apenas o grupo etário entre 18 e 24 anos se revelou como mais Cauteloso/Reflexivo. O estudo das correlações aponta para uma correlação negativa significativa entre os níveis de criatividade e o estilo Cauteloso/Reflexivo para a totalidade da amostra e uma correlação positiva significativa entre os níveis de criatividade e o estilo Inconformista/Transformador, nos estudantes de Gestão.
Título traduzido da contribuiçãoCreativity and thinking and creating styles in future managers, musicians, and architects
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)477-488
Número de páginas12
RevistaEstudos de Psicologia
Volume33
Número de emissão3
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jul 2016
Publicado externamenteSim

Keywords

  • Creativity
  • Evaluation
  • Management
  • Thinking

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Criatividade e estilos de pensar e criar em futuros gestores músicos e arquitetos“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação