Da proposta fílmica ao impacto vital: análise narrativa e pragmática de 'The Shawshank Redemption' (1994)

Resultado de pesquisa

Resumo

O cinema ficcional e narrativo, enquanto dispositivo comunicativo e artístico, promove reconfigurações significativas e criativas da experiência e da vida humana. Pela perspectiva narrativa, cria (ou adapta) modelos, estruturas e formas específicas de figuração e de ação que referenciam a realidade e correspondem ao entendimento comum da própria realidade. Sob o prisma ficcional, permite estender as possibilidades e ontologias reais para universos onde a imaginação promove alternativas e novos caminhos e direções para o modo como compreendemos e vivemos o mundo real. Finalmente, narrativa e ficção encontram no cinema um campo expressivo de forte impacto (audiovisual e textual), sensação de realidade e complexidade (enquanto significante). No processo receptivo, o espectador beneficia da abertura da obra à incorporação da sua perspectiva vital (cognitiva, emocional e empírica) e da sua história de vida, através das quais o filme se concretiza subjetivamente e ganha sentido e significado acrescidos. Além disso, a sensação da realidade do representado é acompanhada por uma consciência da artificialidade do universo fílmico que, mais do que afastar o espectador da sua experimentação intensa, permite a diminuição das suas defesas cognitivas e um consequente aumento da imersão e transportação para dentro do filme. Neste contexto, a projeção e a identificação desenvolvidas entre espectador e obra surgem como implicação incontornável da realidade na ficção e da ficção na realidade, alimentando o impacto e a valorização da experiência fílmica por parte dos espectadores. No entanto, a avaliação de causas e efeitos relativos ao impacto de determinada narrativa ficcional e fílmica nos seus espectadores encontra dois obstáculos recorrentes: a complexidade da composição e articulação entre os vários elementos narrativos veiculados pela obra e, sobretudo, a subjetividade invisível das ressonâncias individuais e/ou colectivas do filme nos seus receptores. Este artigo, baseado em resultados de uma investigação doutoral recente, utiliza o filme “The Shawshank Redemption” (Marvin e Darabont, 1994) como objeto de estudo e ponto central para a exploração das relações, influências, causas e consequências entre uma proposta fílmica determinada e o seu impacto vital, cruzando e articulando informações procedentes de duas técnicas de investigação complementares: a aplicação de um modelo de análise original ao filme (com o intuito de compreender aspectos da sua estrutura e configuração narrativa), e as opiniões e perspectivas de alunos de Comunicação Audiovisual da Universidad Complutense de Madrid sobre o filme, após o seu visionamento e preenchimento de um questionário.
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitriãoCartografia das fronteiras da narrativa audiovisual
EditoresMaria Guilhermina Castro, Carlos Sena Caires, Daniel Ribas, Jorge Palinhos
Local da publicaçãoPorto
EditoraUniversidade Católica Editora - Porto
Páginas92-103
Número de páginas12
ISBN (impresso)9789898835048
Estado da publicaçãoPublished - 2016

Keywords

  • Cinema
  • Ficção
  • Narrativa
  • Realidade
  • Pragmática
  • Impacto vital
  • The Shawshank Redemption

Citação