Resumo

David Hume defende epistemologicamente que todo o conhecimento depende da experiência e intuição sensíveis. Como não há ou pode haver qualquer intuição sensível do objecto «Deus» como coisa metafísica, não é possível a religião, salvo como manifestação sociológica ou histórica, cujo objecto não tem qualquer valor propriamente religioso.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)7-15
Número de páginas9
RevistaEnsaios Filosóficos
Volume13
Estado da publicaçãoPublished - ago 2016

Keywords

  • Hume
  • Intuição sensível
  • Religião
  • Possibilidade da religião

Citação