Der Lusitanische Popanz: O colonialismo português num drama alemão

Resultado de pesquisarevisão de pares

15 Transferências (Pure)

Resumo

O artigo situa a peça “Der Lusitanische Popanz / O Papão Lusitano” no contextoda obra de Peter Weiss e reconstrói os materiais e processos que o escritor aplicou naconstrução desta peça, com base nas posições assumidas como “autor num mundo devido”e correspondendo aos princípios do teatro documental. Weiss utilizou artigos de jornais,documentários e outras fontes, com destaque para o livro “Portugal am Pranger”, queGerhard Kramer publicou, em 1964, na Dietz Verlag em Berlim, na então RepúblicaDemocrática Alemã (R.D.A.). Em todos os casos, o autor trabalha e ordena as informaçõesde forma a poder construir um modelo de resistência ao colonialismo, e não só um retratodo caso português específico. Uma atenção dramatúrgica especial é dada à encenação doterror e da violência que oscila entre a individualização e a representatividade.
Título traduzido da contribuiçãoDer Lusitanische Popanz: Portuguese colonialism in a german drama
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)127-142
Número de páginas16
RevistaRevista de Comunicação e Linguagens
Volume50
Estado da publicaçãoPublicado - 2019

Keywords

  • Teatro documental
  • Peter Weiss
  • Colonialismo

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Der Lusitanische Popanz: O colonialismo português num drama alemão“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação