Design and validation of a short-implant rehabilitation model

Título traduzido da contribuição: Design e validação de um modelo de reabilitação com implantes curtos

José Joaquim da Rocha Ferreira*, José Manuel Oliveira, Santiago D. Castellanos, André Correia, Ana Rosanete Reis

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Citação (Scopus)
15 Transferências (Pure)

Resumo

Objetivos: O objetivo desta investigação foi o desenvolvimento e validação experimental de um modelo digital, que permita o estudo das tensões e deformações geradas nos diferentes componentes de uma reabilitação oral fixa sobre implantes curtos. O modelo obtido foi então usado para simular uma situação clinica. Métodos: Um modelo numérico foi criado considerando a região posterior da mandibula. A sua materialização permitiu obter dez amostras do protótipo experimental. Sete delas foram sujeitas a ensaios estáticos de compressão até à falência. Nas restantes três, os ensaios foram interrompidos com forças gradualmente crescentes, estabelecendo a sequência pela qual os componentes se deformaram. O modelo numérico foi também sujeito a uma simulação com elementos finitos, usando o software Abaqus, em condições semelhantes à simulação experimental. Resultados: O padrão de tensões obtido no modelo numérico foi similar à localização das fraturas no modelo experimental. A sequência segundo a qual a tensão de cedência foi alcançada em cada parte do modelo numérico foi a mesma encontrada quando o ensaio estático se interrompeu (por esta ordem: resina, prótese, implantes e parafusos). Estes resultados permitiram considerar o modelo válido. A simulação de uma situação clínica, com o modelo validado, revelou que o osso cortical, em vestibular da plataforma dos implantes, é a região mais débil da reabilitação. Conclusões: Esta investigação permitiu o desenvolvimento e a validação de um modelo que permite o estudo de reabilitações fixas sobre implantes curtos. Clinicamente é importante realçar que o osso cortical é a zona que apresenta tensões e deformações mais elevadas. (Rev Port Estomatol Med Dent Cir Maxilofac. 2017;58(2):79-90)
Título traduzido da contribuiçãoDesign e validação de um modelo de reabilitação com implantes curtos
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)79-80
Número de páginas2
RevistaRevista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial
Volume58
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2017

Keywords

  • Modelo experimental
  • Modelo numérico
  • Implantes curtos
  • Tensão e deformação

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Design e validação de um modelo de reabilitação com implantes curtos“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação