"Disse no meu coração": a singularidade da reflexão dos sábios de Israel: a singularidade da reflexão dos sábios de Israel

Resultado de pesquisarevisão de pares

Resumo

Nos passos da tradição, o sábio do livro de Qohelet assume, com todos os autores do AT, uma compreensão do termo coração que integra a intensa imagética, sob a qual se expressa a linguagem dos afetos e emoções próprias de todo o ser humano. Divulgando os contornos da tradição, Qohelet como todos os sábios difere no modo como soube ampliar e sondar a tradição bíblica sobre o lugar humano e teológico do coração, numa continuidade e aprofundamento que compele a uma reflexão mais cuidada e inteligente da existência. Abrindo o âmago da tradição Qohelet torna o coração um lugar singular e determinante onde se elabora o discurso humano e religioso. É através do coração, nele e por ele que o sábio experimenta os desafios da vontade, do medo, da coragem, as dores da consciência e a própria consciência do questionamento intelectual. O coração é um lugar central do pensamento, da vontade e da força interior. Numa singularidade e visível descontinuidade em Qohelet o centro deixa de ser o lugar (o coração) para se tornar o autopensamento que se elabora no interior do ser humano; uma intensa atividade de autorreflexão, de quem procura entender a vida.
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)195-205
RevistaDidaskalia
Volume47 2 (2017)
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 1 jun 2017

Keywords

  • Coração
  • Tradição
  • Emoção
  • Pensamento
  • Reflexão
  • Inteligência
  • Sabedoria

Citação