Eficácia terapêutica da música: um olhar transdisciplinar de saúde para equipes, pacientes e acompanhantes

Hermes de Andrade Júnior*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

3 Transferências (Pure)

Resumo

Objetivo: realizar revisão sistemática sobre a eficácia da música como terapêutica. Método: identificaram-se 404 artigos escritos em Português, através de metadados selecionados no Sistema Scielo Brasil e Portugal, dos quais foram selecionadas 35 publicações indexadas, de 2005 a 2016, com resultados que discutem o seu benefício, para ações nesses países. Resultados: a maioria dos estudos concentra-se na área de enfermagem, tendo-se levantado 15 disciplinas profissionais na origem dos artigos. Destacam-se como principais contribuições e efeitos da música encontrados nas publicações: redução de sintoma de desconforto, sensações positivas, facilitação da comunicação pessoal e interpessoal, sociabilidade aumentada dos indivíduos, redução de dores físicas e mentais, mudanças benéficas em padrões fisiológicos e de estímulo corporal. Conclusão: a música é poderoso recurso terapêutico transdisciplinar para a reabilitação, e transcende os modelos de saúde. Não deve ser negada aos pacientes, aos seus acompanhantes e até à equipe de profissionais de saúde que os assiste.
Título traduzido da contribuiçãoTherapeutic efficacy of music: a transdisciplinary view of health for teams, patients and companions
Idioma originalPortuguese
Número do artigoe29155
RevistaRevista Enfermagem
Volume26
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2018

Keywords

  • Musicoterapia
  • Transdisciplinaridade
  • Enfermagem
  • Comunicação e saúde pública

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Eficácia terapêutica da música: um olhar transdisciplinar de saúde para equipes, pacientes e acompanhantes“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação