Emoções, cognição e variação intralinguística e cultural

Resultado de pesquisarevisão de pares

2 Transferências (Pure)

Resumo

A hipótese central do presente estudo é a ideia de que as emoções têm uma base biológica, mas são social e culturalmente construídas. Como experiências fisiológicas condicionadas pela cultura e intersubjetivamente manifestadas, as emoções são permeáveis à variação social e a influências culturais. O modo como as emoções são conceptualizadas, percebidas, experienciadas, comunicadas, (não) controladas e avaliadas pode diferir entre sociedades e culturas e não só entre línguas diferentes como também dentro da mesma língua. Este estudo explora a conceptualização cultural das emoções nas duas principais variedades nacionais do português, isto é, português europeu (PE) e português brasileiro (PB). Assumindo uma perspetiva sociocognitiva da linguagem e implementando uma metodologia baseada em corpus e em perfis, o estudo integra uma análise qualitativa multifatorial, em termos de perfis onomasiológicos de traços semânticos e de metáforas conceptuais, de mais de um milhar de exemplos de raiva , orgulho e amor, extraídos de um corpus de blogues, e uma subsequente análise quantitativa multivariada. As diferenças na estruturação conceptual e na representação metafórica destas emoções entre PE e PB correlacionam-se com a cultura relativamente mais individualista e emocionalmente mais expressiva do Brasil e a cultura portuguesa, comparativamente mais coletivista. Os resultados do presente estudo trazem evidências empíricas sobre a variabilidade cultural das emoções numa mesma língua pluricêntrica e, num plano mais geral, sobre a interação entre emoção, linguagem, cognição e cultura e a importância da chamada “viragem social e empírica” da Linguística Cognitiva.
Idioma originalPortuguese
Título da publicação do anfitriãoLinguagem - cognição - cultura
Subtítulo da publicação do anfitriãoteorias, aplicações e diálogos com foco na Língua Portuguesa (Português Europeu e Português do Brasil)
EditoresHanna Batoreo
Local da publicaçãoLisboa
EditoraUniversidade Aberta
Páginas46-83
Número de páginas38
ISBN (eletrónico)9789726749226
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 2022

Keywords

  • Emoções
  • Variação linguística
  • Língua pluricêntrica
  • Metáfora conceptual
  • Corporização
  • Cognição social
  • Coletivismo vs. individualismo
  • Metodologia multifatorial e multivariada
  • Análise de corpus
  • Português europeu e brasileiro

Citação