Escala (Re)Career – estilos de coping: validade de conteúdo

Joana Carneiro Pinto*

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Este artigo apresenta o estudo da validade de conteúdo da Escala (Re)Career: Estilos de Coping, constituída por 36 questões acerca do modo como diferentes pessoas, com 55 anos ou mais, pensam e sentem as transições de carreira. A escala foi avaliada por especialistas reconhecidos em orientação vocacional (n = 6) e por um grupo de participantes (n = 4) pertencentes ao grupo-alvo a que o instrumento se destina. Avaliou-se a validade de conteúdo da escala, por meio da análise da relevância e clareza dos itens e da relação entre cada item e sua respectiva dimensão. Os resultados indicam qualidades satisfatórias concernentes à relevância (IVC =.991; Kappa =.488), associação entre item e fator (% acordo = 95%) e validade aparente, tendo sido sugeridas melhorias quanto à clareza de alguns itens (IVC =.944; Kappa =.379). Estes resultados justificam o investimento em estudos futuros de validação empírica, nomeadamente através de análises fatoriais.
Título traduzido da contribuição(Re)Career Scale - coping styles: content validity
Idioma originalPortuguese
Número do artigoe200048
Número de páginas12
RevistaPsicologia USP
Volume32
DOIs
Estado da publicaçãoPublished - 29 nov 2021

Keywords

  • Estilos de coping
  • Transição
  • Validade do teste
  • Carreiras

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Escala (Re)Career – estilos de coping: validade de conteúdo“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação