Exploração da carreira em reclusos: a importância das características individuais

Liliana Faria*, Sandra Marques, Joana Carneiro Pinto

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

19 Transferências (Pure)

Resumo

Este estudo visa analisar as competências de exploração de carreira em adultos reclusos, em função de variáveis sociodemográficas. Nesse sentido, apresenta-se uma investigação com 58 reclusos, de um estabelecimento prisional de Portugal. Os resultados indicam que os reclusos se encontram numa situação, em geral, favorável à exploração vocacional. Verificam-se ainda diferenças estatisticamente significativas no Stresse em função do estado civil, e na Certeza de Resultados e na Exploração do Meio profissional, em função do nível de escolaridade. Conclui-se que o grande desafio para profissionais de aconselhamento vocacional é facilitar o bem-estar psicológico dos reclusos, ajudando-os a compreender a realidade e a enfrentar os desafios de viver e trabalhar em sociedade, após a reclusão.
Título traduzido da contribuiçãoCareer exploration in inmates: the importance of individual characteristics
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)127-141
Número de páginas15
RevistaRevista Brasileira de Orientação Profissional
Volume15
Número de emissão2
Estado da publicaçãoPublicado - 1 dez. 2014

Keywords

  • Comportamento exploratório
  • Detentos
  • Terapia

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Exploração da carreira em reclusos: a importância das características individuais“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação