Factores de risco psicosociais e sócio-cognitivos para o virus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida (VIH/Sida) na mulher africana

Ana Luísa Patrão*, Teresa Mcintyre, Eleonora Costa

*Autor correspondente para este trabalho

Resultado de pesquisarevisão de pares

3 Citações (Scopus)
6 Transferências (Pure)

Resumo

O vírus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida (VIH/Sida) e uma das principais ameaças à vida humana, sendo que a vulnerabilidade da mulher é incontestável, principalmente em contextos desfavorecidos. Na África subsaariana as mulheres são as mais afetadas pelo VIH/Sida, numa proporção de infeção 4 vezes maior do que nos homens. Assim, é necessário aumentar o conhecimento dos fatores psicossociais e sociocognitivos ligados ao género, cultura e biologia que colocam a mulher em maior risco para o VIH/Sida. A literatura sugere que fatores como a vitimização, características da relação, problemas de saúde mental, história de cárcere e prostituição, nível de conhecimentos sobre a doença, crenças e competências relacionadas com a prática do sexo seguro, e a autoeficácia exercem influência sobre os comportamentos sexuais de risco para a infeção pelo VIH. A compreensão e análise destes fatores são essenciais no planeamento de estratégias interventivas mais realistas. O presente artigo apresenta uma revisão da literatura acerca dos fatores psicossociais e sociocognitivos que vulnerabilizam a mulher para o VIH/Sida, particularmente a mulher africana. São também levantadas questões de investigação que decorrem da análise da literatura neste domínio.
Título traduzido da contribuiçãoPsycosocial and sociocognitive risk factors for the human immunodeficiency virus/acquired immunodeficiency syndrome (HIV/AIDS) in African woman
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)222-234
Número de páginas13
RevistaRevista Portuguesa de Saude Publica
Volume33
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 1 jul 2015

Keywords

  • Vírus da imunodeficiência adquirida/síndrome da imunodeficiência adquirida
  • África
  • Vulnerabilidade feminina
  • Factores psicossociais
  • Factores sócio‐cognitivo

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Factores de risco psicosociais e sócio-cognitivos para o virus da imunodeficiência humana/síndrome da imunodeficiência adquirida (VIH/Sida) na mulher africana“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação