Fall risk assessment tools

Título traduzido da contribuição: Escalas de avaliação de risco de quedas

Maria Costa-Dias, Pedro Ferreira

Resultado de pesquisarevisão de pares

14 Citações (Scopus)
505 Transferências (Pure)

Resumo

Enquadramento: Os acidentes por quedas do doente continuam a ser os mais relatados dos incidentes a nível hospitalar. É um problema de qualidade e segurança do doente que a organização hospitalar deve ter em consideração. Os enfermeiros necessitam de avaliar o risco de queda e esta avaliação deve basear-se na utilização de escalas, mas os enfermeiros por vezes desconhecem qual o instrumento apropriado que devem utilizar. Objetivo: Proporcionar informação sobre duas das escalas de avaliação do risco de quedas mais utilizadas, a St Thomas’s Risk Assessment Tool in Falling Elderly Inpatients (STRATIFY) e a Morse Fall Scale (MFS). Principais tópicos em análise: Efetuou-se uma análise dos instrumentos de avaliação do risco de queda, que foram alvo de maior número de revisões sistemáticas e que foram submetidas a validação prospetiva em dois ou mais coortes, com testes apropriados de predição da validade. Os resultados da pesquisa permitem concluir que ambas as escalas identificam as pessoas que têm risco de queda em função das suas características intrínsecas ou clínicas. Conclusão: Os hospitais devem utilizar instrumentos já desenvolvidos e testados, como forma de comparar os seus dados, e estes devem ser submetidos a processos de adaptação cultural e linguística e de validação para a língua Portuguesa.
Título traduzido da contribuiçãoEscalas de avaliação de risco de quedas
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)153-161
Número de páginas10
RevistaReferência
Volume4
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 30 jun. 2014

Keywords

  • Acidentes por quedas
  • Serviços hospitalares
  • Adulto
  • Escalas

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Escalas de avaliação de risco de quedas“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação