Fatigue self-management strategies in cancer survivors: a systematic literature review

Título traduzido da contribuição: Estratégias de autogestão da fadiga nos sobreviventes de cancro: revisão sistemática da literatura

Tiago André dos Santos Martins Peixoto, Nuno Miguel dos Santos Martins Peixoto, Célia Samarina Vilaça de Brito Santos, Cândida Assunção Santos Pinto, Daisy Maria Rizatto Tronchin

Resultado de pesquisarevisão de pares

2 Citações (Scopus)
44 Transferências (Pure)

Resumo

Contexto: A fadiga, para além do impacto significativo que tem na qualidade de vida do sobrevivente de cancro, constitui uma condição que influência a autogestão e a transição saúde-doença. Objetivos: Identificar, através de uma revisão da literatura, as estratégias de gestão da fadiga utilizadas pelos sobreviventes de cancro no final dos tratamentos. Método de revisão: Estudo de revisão sistemática da literatura segundo o modelo da Joanna Briggs Institute. De um total de 815 artigos encontrados, 8 foram incluídos. Interpretação dos resultados: Estratégias no âmbito do exercício físico, conservação de energia, gestão da sintomatologia associada à doença oncológica, perceção de autoeficácia, estilo de coping, redes sociais e apoio social podem contribuir eficazmente para a redução e controlo dos níveis de fadiga, e promover a gestão da doença que potencia a adaptação à nova condição. Conclusão: Estratégias no âmbito do exercício físico, gestão da sintomatologia associada à doença, perceção de autoeficácia, estilos de coping utilizados e apoio social são eficazes na autogestão da fadiga na fase de sobrevivência.
Título traduzido da contribuiçãoEstratégias de autogestão da fadiga nos sobreviventes de cancro: revisão sistemática da literatura
Idioma originalEnglish
Páginas (de-até)113-123
Número de páginas11
RevistaReferência
Volume4
Número de emissão10
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 21 set. 2016

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Estratégias de autogestão da fadiga nos sobreviventes de cancro: revisão sistemática da literatura“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação