Quanto interessa a religião católica aos jovens? Um estudo a partir do caso português

Eduardo Duque, José Durán Vázquez

Resultado de pesquisarevisão de pares

1 Transferências (Pure)

Resumo

Ao olhar para a geração dos avós, poder-se-ia dizer que um português era aquele que procurava identificar a sua vida com as verdades de fé, as quais atuavam como referente objetivo que dava significado aos seus comportamentos. Porém, a geração dos jovens já não é assim e não é por não serem autênticos, mas porque os contextos em que vivem, as famílias que têm, a escola que os forma, as perguntas que fazem são agora muito diferentes das dos seus avós. Posto isto, este estudo, através de uma metodologia quantitativa e qualitativa, a partir de dados primários e secundários, visa analisar a forma como os jovens vivem a sua dimensão religiosa. Através do Inquérito Social Europeu de 2014, concluiu-se que, na sociedade portuguesa, quatro em cada dez jovens não têm qualquer vínculo ou relação com a religião católica, fator que manifesta uma tendência para o esmorecimento da identidade sociocultural de matriz católica em Portugal. Por outro lado, através do inquérito sinodal, concluiu-se que a expressão religiosa dos jovens católicos evidencia que a sua identidade cristã não está alicerçada numa vivência assídua dos seus princípios e valores, mas é essencialmente fruto de uma herança cultural e familiar que não está ancorada em práticas religiosas regulares.
Título traduzido da contribuiçãoHow much does Catholic religion matter to young people? The case of Portugal
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)17-35
RevistaRevista Cultura & Religión
Volume14
Número de emissão2
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - dez 2020

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Quanto interessa a religião católica aos jovens? Um estudo a partir do caso português“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação