Implementação do SMED em ambiente LEAN

Francisco Barros, Clotilde Passos

Resultado de pesquisarevisão de pares

24 Transferências (Pure)

Resumo

Este artigo aborda a metodologia Single Minute Exchange of Die (SMED), também conhecida por troca rápida de ferramentas (TRF) que visa reduzir o tempo de set-up das máquinas numa unidade fabril, com vista à redução do lead time de produção. A redução do lead time permite uma maior flexibilidade, qualidade e produtividade operacional. Para o efeito utilizou-se a metodologia de estudo de caso numa fábrica de componentes automóvel, em que se monitorizou a evolução dos resultados operacionais, com a implementação desta ferramenta. Assim, o objetivo deste trabalho é analisar se a utilização da metodologia SMED, reduz o tempo de set-up e o lead time de produção. Os resultados permitem concluir que a implementação do SMED contribui para melhorias significativas no setor em análise: reduz o tempo de set-up, o stock de peças, o número de máquinas utilizadas e os operadores necessários, permitindo com estas reduções ganhos de produtividade significativos.
Título traduzido da contribuição Implementation of SMED in LEAN Enviroment
Idioma originalPortuguese
Páginas (de-até)31-59
Número de páginas29
RevistaGestão e Desenvolvimento
Número de emissão29
DOIs
Estado da publicaçãoPublicado - 3 mar. 2021

Keywords

  • SMED
  • Set-up
  • Eficiência global dos equipamentos (OEE)

Impressão digital

Mergulhe nos tópicos de investigação de “Implementação do SMED em ambiente LEAN“. Em conjunto formam uma impressão digital única.

Citação